PT   EN







Apoios

 


GT1 GT2 GT3 GT4 GT5 GT6 GT7 GT8 GT9 GT10 GT11

GT7.
Inventariação, recolha e informação sobre betões

Coordenação Eng.º Manuel Vieira

Introdução Cimento
Pré-Industrial
Cimento Industrial O betão
em Portugal
Betões a caracterizar Métodos de
ensaio para betões

Introdução

O betão é um material compósito formado por uma matriz de base cimentícia, que resulta da mistura de água e de ligante, com ou sem a incorporação de adjuvantes e adições, na qual estão contidas partículas de agregado. Distingue-se das argamassas por conter agregados com dimensões superiores a 4 mm.
O betão quando contém armaduras ordinárias cuja ação é passiva, normalmente de varões de aço, é designado por betão armado. Quando o betão contém armaduras de pré-esforço, que normalmente são cabos, ou seja, nas quais está aplicada uma tensão, é designado por betão pré-esforçado.
Este material é bastante versátil tanto no que se refere às características que pode exibir como ao tipo de aplicação, o que tem permitido um uso amplamente disseminado desde o final do XIX. Assim, conta-se na atualidade um elevado número de estruturas com betão consideradas como património histórico.
O conhecimento aprofundado dos betões aplicados no património histórico, complementado com a divulgação desse conhecimento, é fundamental para o estudo desse património e para a tomada de decisão em ações de conservação e de recuperação.

Etimologia
A palavra betão provém do francês béton. Pensa-se que tenha origem no latim bitumen, o qual terá evoluído em França para betunium e betun, que no antigo francês queria dizer lama viscosa, escombros ou imundices, dando sequência à designação atual de betão, porque este, quando em ruínas, se transforma em escombros. Por outro lado, o termo latim bitumen está na origem de betume, que foi e é utilizado como ligante em materiais de construção. No entanto, o betume não faz parte da constituição do betão, o que conduz à hipótese do seu étimo provir da capacidade do betão endurecer. Esta hipótese tem como base o antigo verbo beter, de origem germânica, que se pode associar ao sentido de coagular, aglomerar, visto que o seu derivado beizen significa uma ação química ligada à coagulação do leite pelo efeito dos ácidos. Face à incerteza da etimologia do termo betão, a resposta encontra-se entre as várias hipóteses, estando associada à capacidade do betão manter aglomeradas partículas pela ação de um ligante (http://www.mediadico.com/dictionnaire/definition/ beton/1)