PT   EN







Apoios

 


GT1 GT2 GT3 GT4 GT5 GT6 GT7 GT8 GT9 GT10 GT11

GT3.
Inventariação, recolha e informação sobre materiais com base em terra

Coordenação Profª Dra. Paulina Faria

Introdução Materiais em terra
caracterizados
Materiais em terra
em estudo no projecto
Métodos de ensaio
para materiais em terra

Neste grupo de trabalho pretende-se localizar e, principalmente, caracterizar materiais à base de terra aplicados em diferentes tipologias construtivas, a partir de fontes bibliográficas e de outros conjuntos de dados. Dessa forma pretende-se identificar, organizar e disponibilizar os dados já existentes e identificar as lacunas de informação existentes, com vista a colmatá-las, dentro do possível. Tal será feito através da recolha de amostras e sua caracterização e análise.

O conhecimento aprofundado dos materiais com base em terra existentes, da sua composição, das suas características físicas e mecânicas, do seu estado de conservação e das intervenções que sofreram, é de grande importância para o registo histórico não só dos materiais, mas também das técnicas e até das ferramentas e acessórios que foram em tempos utilizados. Constitui uma etapa fundamental do processo de conservação. Esse conhecimento é imprescindível para delinear uma estratégia de conservação e, eventualmente, de reparação e manutenção preventiva, e para definir quais os produtos de reparação e de proteção e as tecnologias de intervenção que são compatíveis e adequados.

As terras existem em todos os contextos geográficos, mas apresentam sempre algumas diferenças. Por isso, os elementos construídos com terra são sempre diferentes entre si, mesmo que utilizando as mesmas técnicas construtivas: não seguem receitas fixas, são executadas com terras locais variáveis de obra para obra, peneiradas ou não, com adições ou não, e também dependem muito dos fatores humanos, culturais e históricos relacionados com a execução e a aplicação. Portanto, interessa ampliar os dados de caracterização existentes para se conseguirem definir algumas gamas de propriedades e, até, processos para a sua determinação.

Trata-se, no entanto, de uma tarefa morosa e cara, porque a recolha de amostras, que é sempre destrutiva, nem sempre é possível. As análises necessárias são trabalhosas e, por vezes, exigem equipamento específico. Assim, o conhecimento de materiais de construção com base em terra do mesmo tipo de tecnologia ou construção pode ajudar a aligeirar esse esforço, fornecendo pistas sobre o que é expectável encontrar noutras construções contemporâneas e do mesmo tipo.

A sistematização e disponibilização ao público dos resultados obtidos na observação e análise de materiais de construção com base em terra existentes no património edificado, seja ele monumental ou vernáculo, de várias épocas e regiões, através da base de dados em construção do projeto DB-HERITAGE, constituirá uma importante ferramenta para quem estuda e intervém neste tipo de património.